IV ASSEMBLÉIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES (CMCA)
Porto, 31 de Maio a 3 de Junho de 2001

CONCLUSÕES

A IV Assembléia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores (CMCA), reunida das 10H00 às 22H00 do dia 2 de Junho, decidiu:

1. Admitir como membros efectivos duas novas Casas dos Açores: Ilha de Santa Catarina – Florianópolis e Winnipeg – Manitoba;

2. Aprovar a candidatura apresentada pela Comissão Instaladora da Casa dos Açores de Silicon Valley – San José da Califórnia, ficando esta membro efectivo logo que conclua o processo jurídico da sua constituição;

3. Manifestar a sua preocupação relativamente à ausência e reiterada falta de participação de dois membros efectivos: Casas dos Açores de Rio de Janeiro e de Hilmar (Califórnia), devendo o novo Secretariado do CMCA adverti-las da necessidade de, no prazo de 3 meses a contar desta data, justificarem o seu procedimento e informarem por escrito se desejam ou não continuar a pertencer a este Conselho;

4. Reforçar o interesse das Casas sediadas nas Regiões de América do Norte, Brasil e Continente Português se manterem em contacto mais estreito e promoverem, sempre que possível, acções concertadas e eventos comuns;

5. Contribuir para o Projecto, surgido no I Encontro Comunitário de Associações Culturais, reunido na Horta de 12 a 15 de Maio passado, de criação de um web-site, manifestando a sua disponibilidade de encaminhar todas as informações das Casas dos Açores para esse site e criando um Grupo de Trabalho para o efeito, constituído pelas Casas dos Açores de Lisboa, Norte e Algarve;

6. Promover, a nível mundial, em 2001-2002, os licores açorianos das marcas "EZEQUIEL" e "VELHA DE CAPOTE".

Porto, 2 de Junho de 2001

O PRESIDENTE DO CMCA